sábado, 24 de novembro de 2007

Venho falar de mim...

Para cada um de nós, há dias assim... em que que nos apetece falar de nós. E para mim, hoje é um dia destes, em que me apetece falar de mim, não dos meus trabalhos, mas de mim, de uma coisa que faz de mim uma pessoa melhor, mais feliz pelo menos.
Este será certamente o post mais longo que vou escrever mas certamente o único que valerá mesmo a pena ler. Por isso, peço-vos, podem não ler mais nada neste blog, mas leiam este post PF!
Durante anos, principalmente no inicio da adolescência, era uma pessoa muito negativa, melancolica, que tratava a morte por tu e as vezes desejava até partir... Mas a idade trouxe-me uma certeza: a vida só faz sentido ser vivida se for por AMOR: por amor a alguém, a um sonho, a uma coisa... o MEU AMOR é uma CAUSA: Cães, abandonados, maltratados, desprezados,... Eu tenho coração grande, cabem todos lá.
Não posso ver um cão de rua, as palavras saem me logo: "Que lindo!". Meus amigos do caminho da vida dizem: "para ti, também são todos lindos!!!" Pois são... Os rafeiros, os feios, os maltratados, os subnutridos, os que tem sarna,... todos! A beleza deles está no olhar... eles não tem interesses, inveja, maldade, não sonham com carros, casas, loiras, silicone, ipods,... sonham com companhia, mimos, e pouco mais. Em troca recebem lealdade e gratidão até que a morte vos separe.
Para mim é uma angústia ver um cão de rua... vou para casa a pensar em tudo que aquele animal podia ser se fizesse algo por ele... Mas há sempre uma voz que me diz: "não os podemos salvar todos..." E a minha dor fica menor... até a próxima esquina.
Quando acabei de estudar e arranjei um emprego mais ou menos estável, achei que era o momento certo para começar esta caminhada. Desde então sou voluntária na AANIFEIRA. Recupero cães andadonados, maioria bébés, para torna-los adoptáveis. E só os deixo quando forem para uma familia que os estimes.
Quero apresentar-vos o 1º cão que recuperei: o Vitor. Vitor de vitoria, vitoria sobre a morte. Tinha 2 meses e estava no canil municipal com a irmã, iam ser abatidos. Quando vieram para minha casa estavam num estado muito adiantado... A irmã não resistiu. Mas o Vitor com muito esforço e atenção recuperou e tornou-se num lindo e grande menino! Foi adotado para parte incerta do país... nem sei nem quero saber, é melhor assim. Só espero que ele esteja bem e que tenha todo o Amor que ele merece. Devo dizer que sem os meus pais e irmão, isto nunca seria possível.
E por favor, para aqueles que preferem não saber, não tapem os olhos com a peneira, não saber das coisas não quer dizer que elas não existem!!!
Sei que não podemos mudar o mundo, mudar sobretudo as pessoas, que não os podemos salvar todos MAS se todos nós fizermos o que está ao nosso alcançe... Eles viverão melhor e nós também.
Para aqueles que querem ajudar e não sabem como, podem começar por adquirir os postais de Natal de 2 Associações (AANIFEIRA e www.pelosanimais.org.pt/ajudar/postais_natal), ou ainda fazendo um donativo, ou simplesmente alimentar um cão da sua rua...
Vou terminar este post com um vídeo lindissimo que encontrei no blog da Cackau Bijus, vejam até ao fim, não só porque a música é fantástica mas pelas imagens de cães desprezados e depois recuperados. Vala a pena e faz bem a alma... pelo menos a minha.





A letra desta música é tão bonita que não resisto a coloca-la aqui, com a respectiva tradução uma vez que, nem todos tem facilidades a Inglês

Melanie C - If that were me

Where do they go and what do they do?
They're walkin' on by, they're lookin' at you
Some people stop, some people stare
But would they help you and do they care?

How did you fall?Did you fall at all?
Are you happy where you are?
Sleeping underneath the stars
When it's cold is it your hope that keeps you warm?

A spare bit of change is all that I give
How is that gonna help when you've got nowhere to live?
Some turn away so they don't see
I bet you'd look if that were me

How did you fall? Did you fall at all?
Is it lonely where you are?
Sleeping in between parked cars
When it thunders where do you hide from the storm?

Could you ever forgive my self-pity?
When you've got nothing and you're livin' on the streets of thecity
I couldn't live without my phone
But you don't even have a home

How did we fall?
Can we get up at all?
Are we happy where we are?
On our lonely little star
When it's cold is it your hope that keeps you warm?

Where do they go and what do they do?
They're walking on by, they're looking at you
They're walking on by, they're looking at you


Melanie C - Se fosse eu

Aonde vão eles e o que fazem eles?
Eles passam, Eles olham para ti.
Algums param, algumas olham para ti.
Mas elas ajudariam, eles se importariam?

Como chegaste a isto? Como caiste tão baixo?
És tu feliz onde estás? dormindo debaixo das estrelas
Quando está frio, é a tua esperança que te mantém quente?

Um pequeno esforço de mudança, é o todo o que eu dou
Como é que isso pode ajudar quando nem sequer tens onde morar?
Alguns olham para o lado, logo não vêem.
Aposto que olhariam se fosse eu.

Como chegaste a isto? Como caiste tão baixo?
És tu feliz onde estás? dormindo debaixo das estrelas
Sentes-te só onde estás?
Dormindo entre os carros estacionados
Quando troveja, como te escondes da tempestade?

Poderás um dia perdoar-me o meu egoismo,
Ainda mais quando não tens nada e vives nas ruas da cidade
Eu não poderia viver sem um telefone
Mas tu nem sequer tens uma casa

Como chegaste a isto? Como caiste tão baixo?
Nós estamos felizes onde vivemos? Em nossos próprios mundinhos
Quando está frio, será a tua esperança que o mantém quente?
Aonde vão eles e o que fazem eles?
Eles passam, Eles olham para ti.
Algums param, algums olham para ti.

3 comentários:

Don't worry, be happy disse...

Meniiiinooo, liiindooo.... loool

Acho que é por saberem que podem contar contigo que eles vem sempre para ao pé de ti....

ou isso ou andas com comida nos bolsos.. :p (brincadeira)

Ainda bem que escreveste isto, por duas razões...

- Nunca é demais abrir os olhos às pessoas...

- Assim todos sabem o que já sei há muito... Que tens um bom coraçao...:)

****************************

Cakau Bijus disse...

Desde quarta feira que tenho mais uma cadela e que já faz parte da família é linda, linda e a história dela embora tenha um final feliz poderia não o ter porque houve um senhor que pediu um cão e o dono dos cachorros em vez de lhe trazer 1 trouxe 2, o outro disse logo que só queria um e se ninguém o quisesse ele o deitava fora.
Ora sabendo o meu irmão como sou e achando a cadelinha tão linda e tão minúscula (800g) claro veio logo com ela e perguntou-me se eu queria ficar com ela, caso contrário iria encontrar um dono para ela e como é que eu podia dizer não?
Ontem já foi á veterinária e está de boa saúde.
É mais uma, por acaso só tenho fêmeas e é um amor, só ainda não tem nome já agora vai aqui e vê como é linda http://www.flickr.com/photos/27191904@N00

Gostava que mais pessoas pensassem assim como tu.
Beijinhos

Ana

P.S. Já estás inscrita na troca dos tecidos.

Cakau Bijus disse...

É verdade esqueci-me, sabes que embora eu tenha esse video no meu blog e o tenha nos meus favoritos do you tube, sou incapaz de o ver pq sei que de cada vez que o vejo choro e choro e choro a minha filha então nem se fala, até soluça.
Bjs

Ana